"Cerveja dos Faraós": Cientistas ressuscitam bebida com leveduras de 5 mil anos.

Cerveja -

"Cerveja dos Faraós": Cientistas ressuscitam bebida com leveduras de 5 mil anos.

Você já parou pra pensar que os faraós tomavam cerveja também há 5 mil anos? E imagina como era o sabor dessa cerveja, considerando a evolução do nosso líquido sagrado de tempos em tempos?

Pois bem, pesquisadores israelenses ressuscitaram uma cerveja a partir de leveduras extraídas de antigos fragmentos de cerâmica da era faraônica, e apresentaram o resultado na última quarta-feira 22 de maio. 

"A maior surpresa aqui é que as colônias de leveduras sobreviveram dentro do navio por milhares de anos, apenas esperando para serem escavadas e cultivadas", disse Ronen Hazan, um microbiologista da Universidade Hebraica de Jerusalém. "Com essa levedura, antiga conseguimos recriar a cerveja e isso nos permitiu conhecer o sabor das antigas cervejas filisteias e egípcias. A propósito, a cerveja não é ruim."

Jarros de onde foram extraídos leveduras

A bebida, que ainda não tem nome oficial, mas vem sendo chamada de "Cerveja dos Faraós", entra para a história como a primeira cerveja produzida com leveduras antigas, afirmam as Autoridades de antiguidades israelenses e outras três universidades, que participaram juntos de todo o processo.

"Quando obtivemos esta cerveja, nos sentamos em volta de uma mesa, bebemos-a e brindamos", afirmou Aren Maeir, arqueólogo da universidade de Bar-Ilan.

"Então eu disse, tudo vai ficar bem ou todos estaremos mortos em cinco minutos. Sobrevivemos e estamos aqui para contar esta história", acrescentou Maeir.

Com 6% de graduação alcoólica, a cerveja tem sabor que lembra uma cerveja de trigo, além disso, os pesquisadores apresentaram também um Hidromel, com 14% de álcool, feito a partir do mesmo processo.

A levedura utilizada para a produção dessa cerveja degustada data de 3 mil anos atrás, mas também foram encontrados fragmentos de leveduras de 5 mil anos, segundo os pesquisadores. Ao todo, foram extraídos dos jarros de cerâmica 6 tipos de leveduras diferentes , uma delas, inclusive foi encontrada no centro de Israel, perto do lugar no qual, segundo a Bíblia, ocorreu o combate entre o gigante Golias e o futuro rei David.

Quem tiver interesse em conferir o resultado completo da pesquisa, segue o link do artigo publicado na mBio.

 

Boné Aba Curva Gizé

O Boné Aba Curva Gizé é mais um modelo de Boné na linha casual da Texo, inspirado na 3ª maior cidade do Egito, este boné tem um contraste leve, em cores claras, do creme ao caramelo, tons que remetem diretamente às paisagens do país das pirâmides.

No Egito antigo, operários que trabalhavam na construção das pirâmides recebiam entre 4 e 5 litros diários de cerveja, inspirador, não?

O logo da Texo nesse modelo vem bordado na parte frontal de forma simples e básica.

Internamente, o Boné Aba Curva Gizé conta com uma estampa sublimada das pirâmides, equilibrando perfeitamente com as cores do boné.

A Venda no Site da Texo por apenas R$109,00

 

 


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Sale

Unavailable

Sold Out